AffonsoRitter.com.br
 
 
Última atualização às:
20:17 - 19/09/2020
Página principal com destaques Destaques
Confira todas as notícias Notícias
Confira nossa NewsLetter NewsLetter
Saiba quem é Affonso Ritter Quem é ?
Entre em contato Contato
Seção Empreendedores Empreendedores
Seção Amantes do Vinho Amantes do Vinho
Dicas de Links Dicas de links
 
BRDE
Pix Banrisul
GBOEX
Intelig?ncia em Tecnologia da Informa??
 
 
 
Auxílio emergencial indevido

Enquanto dez milhões de brasileiros ainda aguardam o processamento de seus pedidos para ter acesso à primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600, o governo identificou que filhos de famílias de classe média (maiores de 18 anos), estudantes universitários, mulheres de empresários e servidores públicos aposentados e seus dependentes receberam o benefício sem ter direito. O grupo se soma a militares que obtiveram indevidamente o benefício. A irregularidade foi possibilitada pela falta de checagem mais rigorosa dos dados sobre a renda familiar, um dos critérios para ter acesso à ajuda federal. Segundo integrantes do governo, fraudadores omitiram a renda do domicílio no cadastro feito na Caixa Econômica Federal. A informação não foi checada porque a Dataprev, responsável pelo cruzamento de dados e autorização do pagamento, não utilizou a base de dependentes dos contribuintes que declaram Imposto de Renda (IR) para saber, por exemplo, se o requerente é filho de um servidor público.

Incluída em: 21/05/2020 - 09:55

VoltarVoltar

 
  15:16 - PIB trimestral do RS cai 13,7%
  10:04 - Desocupação sobe para 14,3%
  09:39 - Opção de aviões é pela carga
  09:34 - Infecções acima de 30 milhões
  20:16 - A reitoria de portas abertas
  20:08 - Mais pessoas passam fome
  20:03 - Restaurante terá mais 1 hora
  19:57 - O kit de vinhos da Avaliação
  19:52 - O dólar recua para R$ 5,232
  19:45 - Os servidores em home office