AffonsoRitter.com.br
 
 
Última atualização às:
18:37 - 14/07/2020
Página principal com destaques Destaques
Confira todas as notícias Notícias
Confira nossa NewsLetter NewsLetter
Saiba quem é Affonso Ritter Quem é ?
Entre em contato Contato
Seção Empreendedores Empreendedores
Seção Amantes do Vinho Amantes do Vinho
Dicas de Links Dicas de links
 
BRDE
Banrisul - Digital - Parcelamento Cartao Credito
GBOEX
Intelig?ncia em Tecnologia da Informa??
 
 
 
Mais 807 mortes em 24 horas

O Ministério da Saúde confirmou nesta segunda-feira (25) 807 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas. Com o que o Brasil acumula 23.473 óbitos. Segundo a Universidade Johns Hopkins, o país ocupa a 6ª posição em número de pessoas mortas, atrás de Estados Unidos (97.940), Reino Unido (36.996), Itália (32.877), Espanha (28.752), França (28.370). Em todo o mundo, mais de 340 mil não resistiram às complicações da infecção. De 26 de fevereiro, quando foi confirmado o primeiro caso no Brasil, até agora, 374.898 já foram diagnosticados com a doença, sendo que 11.687 incluídos nas estatísticas entre este domingo (24) e segunda-feira (25). O Brasil é o 2º em quantidade absoluta de ocorrências. Os Estados Unidos têm 1.653.390 infectados, enquanto a Rússia, em 3ª lugar, tem 353.427. A estimativa é que mais de 5,4 milhões receberam o diagnóstico positivo em todo o planeta. O Brasil alcançou a marca de 153.833 recuperados da covid-19 desde o dia 26 de fevereiro, quando o primeiro caso foi confirmado no país. Em uma semana, o total de curados cresceu mais de 50 mil. De acordo com informações do último balanço do governo federal, o número corresponde a 41% do total de casos confirmados da infecção respiratória. O Rio Grande do Sul tem 6.559 casos e 197 mortes.

Incluída em: 25/05/2020 - 21:50

VoltarVoltar

 
  21:28 - Poa em Cena está confirmado
  21:24 - Governo culpa a estatística
  20:25 - Mais fome na América Latina
  20:20 - PIB 2020 projeta agora -6,1%
  20:14 - A reforma tributária na mesa
  19:59 - Rússia anuncia vacina pronta
  19:53 - Milionáros pedem taxação
  19:45 - Crise entre militares e o STF
  19:41 - Uma crise como nunca antes
  19:32 - OMS está muito pessimista